cabecalho apta130219

29º Congresso Nacional de Milho e Sorgo, em Água de Lindóia (SP)

Temas polêmicos como o papel das empresas públicas na produção de sementes farão parte da programação do 29º Congresso Nacional de Milho e Sorgo, que acontecerá no período de 26 a 30 de agosto, em Águas de Lindóia (SP). Serão 68 palestrantes e 17 debatedores atuantes nas áreas de pesquisa, ensino e assistência técnica, em importantes instituições públicas, cooperativas e empresas privadas do Brasil e do exterior.
O evento é promovido pela Associação Brasileira de Milho e Sorgo (ABMS) e organizado pelo Instituto Agronômico (IAC-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, e em parceria com o Instituto Biológico (IB-APTA), Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), APTA Regional e Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), com o apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Milho e Sorgo) e Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR).
A cultura do milho é a atividade agrícola mais frequente nas propriedades rurais do Brasil, daí a importância do evento, diz o pesquisador Aíldson Pereira Duarte (IAC). A produção de milho na safra 2011/12 é estimada em 72,8 milhões de toneladas, de acordo com o último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) e constitui recorde histórico. Por esta previsão, a safrinha (38,6 milhões de toneladas) supera a primeira safra (34,2 milhões de toneladas).       
Com o tema “Diversidade e inovações na cadeia produtiva de milho e sorgo na era dos transgênicos", o evento abordará o perfil do profissional que atua no mercado de milho e sorgo, além da produção de sementes. “Vivemos um momento de extremo crescimento da produção de transgênicos no País. O uso de sementes modificadas geneticamente no Brasil iniciou-se na safra 2008 e vem crescendo. Estima-se que, na safra de verão 2011 e 2012, aproximadamente 60% da área plantada de milho no Brasil foi de sementes transgênicas. Na safrinha, esse percentual pode superar 80% da área.”
No dia 27 (segunda-feira), a conferência de abertura vai abordar o tema “Novo paradigma do milho”. Isto se justifica porque neste início de século 21 o Brasil se tornou um grande produtor e exportador de milho, por uma conjunção de fatores (tecnologia, câmbio, seca na Europa etc.), lembra o pesquisador Alfredo Tsunechiro (IEA). As exportações pularam de US$ 501,85 milhões, em 2001, para US$ 2,766 bilhões em 2011, de acordo com o IEA com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento.
O Brasil disputa o terceiro lugar com a Ucrânia, atrás de Estados Unidos e Argentina. Tanto que a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) estima para este ano volume de exportações de cerca de 14 milhões de toneladas.     
O Estado de São Paulo possui tradição na produção de sementes de milho. É importante produtor do grão, ocupando a quinta posição entre os Estados brasileiros, com valor da produção de R$ 1,76 bilhão em 2011 (3% do valor da produção agropecuária e florestal do Estado).
A cultura do sorgo pode ser destinada para a produção de grãos, forragem, fabricação de vassoura e produção de etanol. O tipo de sorgo mais cultivado no País é o sorgo granífero, destinado ao mercado de alimentação animal. “O sorgo é o substituto direto do milho, pois serve como ingrediente para ração dos animais, tornando-se assim uma alternativa de renda para o agricultor. Estima-se que exista quase um milhão de hectares cultivados, sendo o Estado de Goiás responsável pela produção da metade do sorgo brasileiro”, diz o pesquisador do IAC.
O evento
Os organizadores do 29º Congresso Nacional de Milho e Sorgo buscam com o evento maior interação entre as áreas de ensino, pesquisa e assistência técnica. O objetivo é o de estimular a maior participação de estudantes universitários e professores, além dos técnicos que atuam no setor. Já existem 1000 confirmações de participação no evento, cujas inscrições foram feitas através da internet. 
A dinâmica dos cinco dias do Congresso será composta por palestras e discussões sobre novas tecnologias. Em 30 de agosto, data de encerramento, serão oferecidos quatro minicursos para atualização em fisiologia, sistemas de produção, mecanização agrícola e proteção das plantas. Os resultados dos trabalhos de pesquisa mais recentes serão divulgados na sessão pôster (texto de Mônica Galdino e José Venâncio de Resende).
Serviço:
Evento: 29º Congresso Nacional de Milho e Sorgo
Data: 26 a 30 de agosto de 2012
Local: Hotel Majestic, Praça Dr. Vicente Rizzo, 160, Águas de Lindóia - São Paulo
Informações: www.milhoesorgo.com.br
Assessoria de Imprensa do 29º Congresso Nacional de Milho e Sorgo
Giovana de Paula
(11) 8286-2325
imprensa@sspe.com.br
Assessoria de Imprensa do IAC
Carla Gomes/Mônica Galdino
(19) 2137-0613/0616
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

 

Pin It

Notícias por Ano