cabecalho apta130219

Agora é a hora de saber como será a próxima safra de bezerros

Como é sobre esse período que o pecuarista joga muitas de suas expectativas econômicas para o ano, ela requer alguns cuidados essenciais, exatamente para obter os melhores índices de fertilidade dos animais. Afinal de contas, um touro com avaliação genética tem o ‘compromisso’ de gerar aproximadamente 25 bezerros em cada estação de monta. “Não vale a pena fazer um investimento na compra de touros se houver descaso no seu manejo até a próxima cobertura”, explica Gabriela Giacomini, zootecnista da Agro-Pecuária CFM, empresa líder na venda de touros Nelore e Montana com CEIP (Certificado Especial de Identificação e produção), sediada em São José do Rio Preto (SP). Segundo a especialista da CFM, o primeiro passo para um bom período de descanso é separar os animais em lotes homogêneos e colocá-los em pastagem de boa qualidade, sal mineral e água em abundância, para que recuperem a capacidade corporal. “O agrupamento dos animais por idade diminui eventuais brigas e disputas. Também é importante verificar se existem reses com machucados ou com algum problema de saúde. Dependendo da gravidade é preciso descartar o animal para não comprometer a média produtiva da fazenda”, reforça Gabriela Giacomini. No final da estação de monta o pecuarista já pode fazer uma estimativa do que esperar na próxima safra de bezerros. A previsão pode ser realizada a partir do toque ou da ultra-sonografia, que pode ser feita depois dos 30 ou 40 dias. Se a opção for o toque, é necessário um período maior, algo em torno de três meses. É importante que esse exame seja efetuado somente por profissionais capacitados, a fim de evitar diagnósticos incorretos ou abortos espontâneos. Se o percentual de fêmeas com diagnóstico negativo de prenhez for alto, é preciso verificar a origem do problema. Nesse caso, deve-se realizar exames para detectar possíveis deficiências no aparelho reprodutivo, sanitário ou nutrição do rebanho para que sejam tomadas as medidas necessárias e evitar a manutenção da causa na propriedade ou animais. O planejamento orçamentário também é beneficiado a partir do diagnóstico de prenhez da propriedade. Com os resultados em mãos, pode-se estabelecer parâmetros para estimar, por exemplo, a quantidade de animais para recria, o ajuste de lotação das pastagens, a receita do descarte das vacas vazias e até mesmo calcular a rentabilidade ao final do ciclo. “E, finalmente, uma dica: descarte as vacas que não emprenham e os touros inférteis”, recomenda Gabriela. Na Agro-pecuária CFM todos os reprodutores são aprovados em exame andrológico, realizado pela Universidade Federal de Viçosa, e estão entre os melhores 30% dos machos nascidos de cada safra. Essa é a única maneira de garantir o bom desempenho dos animais e a produção de bezerros com excelente ganho de peso a pasto e precocidade. Vendas - A Agro-Pecuária CFM mantém a venda da sua safra de touros Nelore e Montana nascidos em 2004. Os preços são estipulados de acordo com o índice genético de cada animal e os interessados podem agendar uma visita às fazendas do grupo. Filhos de touros CFM são precoces, produtivos e geram mais renda ao final do ciclo. São quase duas arrobas a mais de carne nobre na carcaça, resultado da evolução do programa de melhoramento genético da empresa nos últimos 10 anos de atuação em seleção genética. (fonte: Texto Assessoria de Comunicações)
Pin It

Notícias por Ano