Apta

Agronegócio: Preços agropecuários sobem 0,11% em novembro

Dos produtos analisados, nove sofreram aumento de preços, com destaque para a batata que apresentou alta de mais de 37%. As carnes bovina e de frango tiveram seus preços reduzidos.

Em novembro de 2018, o índice que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas (IqPR), registrou alta de 0,11%, na comparação com o mês anterior, informa o Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Os produtos que apresentaram as maiores altas foram: batata (37,67%), feijão (8,48%), tomate para mesa (3,75%), leite (3,18%) e ovos (2,94%).

Já as maiores quedas de preços no período analisado foram: banana nanica (-12,09), algodão (-6,52%), soja (-6,45%), carne de frango (-6,37%) e trigo (-6,12%), segundo Eder Pinatti, pesquisador do IEA.

Acumulados dos últimos 12 meses

Nos últimos 12 meses, o IqPR acumulou alta de 13,57%. Apresentaram variações positivas: tomate para mesa (124,02%), laranja para mesa (68,89%), laranja para indústria (42,54%), trigo (34,63%), leite (28,07%), batata (24,46%), amendoim (23,59%), algodão (15,84%), soja (14,59%), milho (14,2%), feijão (11,75%), carne de frango (10,89%), arroz (7,78%), carne bovina (5,04%), banana nanica (3,57%) e cana-de-açúcar (0,31%); e perderam valor em suas cotações: ovos (-12,84%), carne suína (-5,09%) e café (-2,57%).

Para ler o artigo na íntegra, consultar as tabelas e gráficos e conhecer as variações dos demais produtos, clique aqui.

Por: Nara Guimarães

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Pin It

Notícias por Ano