cabecalho apta130219

Canaviais de SP devem eliminar queimada até 2014

São Paulo, 5 - As indústrias de açúcar e álcool terão a partir de agora novas metas para a eliminação completa das queimadas nos canaviais paulistas. A União de Indústrias da Cana de Açúcar (Unica) assinou ontem em São Paulo um protocolo de intenções em que aceita eliminar as queimadas até 2014 nas chamadas "áreas mecanizáveis".

O prazo previsto na Lei 11.241, negociado anteriormente com o setor e aprovado na Assembléia Legislativa, previa o fim das queimadas em 2021. Em áreas consideradas "não mecanizáveis" - com nível de inclinação acima de 12% - também passa a vigorar um novo prazo: 2017. Pela lei em vigor, as usinas e os produtores de cana tinham até 2031 para encerrar as queimadas. A medida deve dar novo impulso ao mercado de colheitadeiras, dividido hoje entre Case (do Grupo Fiat), Santal e Jonh Deere.

O protocolo foi assinado pelo governador José Serra ontem, durante o São Paulo Ethanol Summit 2007, evento que termina hoje na capital. Ele classificou o acordo como histórico para a gestão ambiental do Estado. A negociação para antecipar os prazos foi tomada com base nas perspectivas de crescimento da produção de cana em São Paulo, que hoje já cobre 4,2 milhões de hectares. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Pin It

Notícias por Ano