cabecalho apta130219

Começou a colheita do limão em São Paulo

Este ano o excesso de chuva em janeiro, período de floração da planta, acabou prejudicando a safra. A queda na produção já chega a 30%. “Quando chove muito a planta acaba abortando a florada devido ao fungo que é produzido por causa da chuva”, explica Alessandro da Silva, técnico agrícola. O agricultor José Fernando Spier conta que investiu na adubação do solo e plantou mudas selecionadas, mas por causa da umidade do ar a produtividade por hectare caiu de 16 toneladas para 12 toneladas. “Essa queda é preocupante porque isso vai implicar numa perda de receita da propriedade e quem tem compromisso financeiro vai ter problemas”, avalia. A qualidade do limão também foi prejudicada pelo excesso de chuva. Nas indústrias de cada dez frutas que chegam, só duas apresentam as características exigidas pelo mercado internacional. Devido à falta do produto para exportação, o faturamento de uma empresa caiu 70%. “Estaria hoje produzindo seis containers por semana e caiu para dois. É um prejuízo estimado em R$ 120 mil por semana”, comenta o exportador Vicente Promícia. São Paulo é o principal produtor de limão do país. Responde por 80% da safra. (fonte: Globo Rural)
Pin It

Notícias por Ano