cabecalho apta130219

Consultoria estima aumento de 30% no consumo de álcool

O consumo de álcool deverá crescer pelo menos 30% nesta safra, a 2007/08, em relação ao ciclo anterior, de acordo com estimativas da Job Economia e Planejamento. Segundo Júlio Maria Martins Borges, presidente da Job, a demanda potencial de álcool para esta safra está estimada em 17,8 bilhões de litros. Como boa parte do consumo é para combustível, a estimativa é de que o consumo mensal fique em 1,48 bilhão de litros, ante 1,15 bilhão de litros no ciclo passado. "A tendência é de que os preços no mercado interno fiquem em patamares baixos, o que estimula o consumo", disse o consultor. Na sexta-feira passada, o litro do do álcool anidro posto usina encerrou a R$ 0,66309 (sem impostos), com recuo de 0,13%. O hidratado fechou a R$ 0,58244 o litro (sem impostos), com alta de 0,77%, segundo levantamento semanal do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) em São Paulo. Nos postos de combustíveis, os preços médios do álcool no país recuaram 1,4% na semana passada, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Para Martins Borges, a oferta de álcool, mesmo com o aumento de produção, deverá ficar apertada no final da entressafra 2007/08. "As usinas deverão antecipar a colheita", disse. As exportações de etanol devem recuar de 3,9 bilhões para 2,6 bilhões de litros. "As exportações diretas de alcool para os EUA não devem acontecer", afirmou. A Job prevê que a produção de álcool no país fique em 20,7 bilhões de litros, 16% que na safra anterior. Para açúcar, a oferta deverá ficar em 25,7 milhões de toneladas, mesmo volume que na safra passada. Segundo Martins Borges, as usinas deverão deixar cana em pé nesta safra, em torno de 10 milhões de toneladas. A previsão era de que a colheita de cana no centro-sul do país ficasse em 420 milhões de toneladas, mas pelo menos 10 milhões de toneladas deixarão de ser colhidas. Houve atraso na colheita durante o início da safra, por conta das chuvas em maio. No Norte e Nordeste, a safra está estimada em 60 milhões de toneladas. Monica Scaramuzzo Fonte: Valor Econômico
Pin It

Notícias por Ano