cabecalho apta130219

Inflação no campo: preços agrícolas sobem 3,37% na primeira quadrissemana de julho

Os preços dos produtos animais aumentaram 8,92% na primeira quadrissemana de julho (devido principalmente às carnes bovina e de frango), segundo análise do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Por conta disso, o Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) registrou alta de 3,37%, uma vez que os produtos de origem vegetal apresentaram variação positiva de 1,13%. “Isso configura a continuidade da pressão inflacionária dos preços agropecuários (principalmente os produtos de origem animal), que têm aumentado mais que os indicadores globais da inflação brasileira”, dizem os autores do estudo. As maiores altas ocorreram no tomate para mesa (28,38%), laranja para indústria (15,50%), soja (12,01%), carne bovina (11,99%), carne de frango (10,55%), leite tipo C (6,33%) e carne suína (5,15%). No caso do tomate de mesa, a produção foi prejudicada pelo clima (baixas temperaturas), o que reduziu a oferta, elevando o preço. Para a carne bovina, a redução na oferta de animais por parte dos pecuaristas para o abate forçou os frigoríficos a pagarem mais pelo boi gordo. As demais carnes também apresentaram a mesma tendência, pois o consumidor não tem como exercer pressão baixista por meio da substituição. As quedas mais expressivas foram verificadas nos preços da laranja para mesa (10,77%), trigo (5,82%), amendoim (2,01%) e batata (1,88%). Quanto à laranja de mesa, o que vem contribuindo para a queda das cotações é o efeito safra, associado ao tradicional menor consumo de sucos caseiros nos meses de inverno. Os autores da análise são os pesquisadores Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br), Raquel Castellucci Caruso Sachs (raquelsachs@iea.sp.gov.br), José Alberto Angelo (alberto@iea.sp.gov.br) e José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br). A íntegra está disponível no site www.iea.sp.gov.br. José Venâncio de Resende Assessoria de Comunicação Social da APTA (11) 5067-0424/0435
Pin It

Notícias por Ano