cabecalho apta130219

Instituto Biológico: Laboratório Paulista Realiza Avaliação de Produtos Agrícolas Exportados Para o Japão

Autoridades japonesas credenciam laboratório brasileiro a realizar análises quanto a presença de resíduos de pesticidas nos alimentos. O Laboratório de Resíduos de Pesticidas (LRP), unidade de pesquisa do Instituto Biológico, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, recebeu recentemente o aval do governo japonês para realizar análises de resíduos de pesticidas e outros agrotóxicos em produtos agrícolas que tenham como destino aquele país. Em documento oficial, o Departamento de Sanidade Alimentar japonês informou ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) que o Instituto Biológico foi aprovado quanto à estrutura e métodos de análise e que serão responsáveis pela avaliação de produtos agrícolas brasileiros exportados para o Japão. Para o diretor da unidade, o pesquisador Amir Bertoni Gebara, o credenciamento junto ao Governo Japonês atesta a competência com a qual o LRP tem atuado ao longo de sua trajetória. “O laboratório foi a primeira unidade deste segmento a obter o credenciamento junto ao Ministério da Agricultura. Antes disso, desde 1978, já desenvolvíamos um pioneiro programa de monitoramento de pesticidas em frutas e hortaliças comercializadas na CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo). Através dos trabalhos de monitoramento a unidade já analisou mais de 10 mil amostras e os resultados têm sido usados para subsidiar ações de orientação, visando a adequação do uso de pesticidas”, explica. Segundo o pesquisador, o Laboratório participa ainda do Programa Nacional de Monitoramento de Resíduos de Pesticidas (PNCRV) coordenado pelo MAPA, com a finalidade de controlar a qualidade de produtos agrícolas importados ou destinados à exportação. Para o Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Duarte Nogueira, o aval do Departamento japonês de Sanidade Alimentar comprova a competência da atuação do instituto e confere ao corpo técnico do Instituto Biológico a credibilidade exigida tanto pelo setor produtivo, quanto pelo mercado importador dos produtos agrícolas brasileiros. “Existe hoje uma grande preocupação com a qualidade dos alimentos, bem como com as rígidas exigências de mercado. Nossa equipe trabalha não só com a realização das análises mas também com a identificação de problemas e a proposição de soluções”, afirma.
Pin It

Notícias por Ano