cabecalho apta130219

Instituto de Zootecnia comemora 102 anos de pesquisa agropecuária

IZ é uma das três únicas instituições do mundo a trabalhar com todo o segmento das cadeias produtivas animais O Instituto de Zootecnia (IZ) completa, em 15 de julho de 2007, 102 anos de geração de pesquisa científica aplicada à produção animal, oferecendo seus produtos e serviços na área agropecuária. O IZ é uma das unidades de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA). O Instituto se destaca na pesquisa com relevantes trabalhos, ao gerar tecnologias para o agronegócio paulista e nacional com ênfase em Biotécnicas aplicadas à área animal; Uso de marcadores moleculares para maciez da carne; Organismos geneticamente modificados (OGMS), Teste ELISA; Teste de imunolocalização; Transferência de embriões (TE); Criobipartição; Biologia fina e zootecnia de precisão e Rastreabilidade. Além de manter programas tradicionais de melhoramento genético na área animal e vegetal e com sistemas de produção. O Diretor Técnico de Departamento, pesquisador Paulo Bardauil Alcântara, salienta que esses trabalhos abrem as portas para novas áreas de pesquisa, que propiciam, inclusive, parcerias com a iniciativa privada, alargando os horizontes dentro do campo de ação. "Diante de sua missão, o IZ estabelece diretrizes que atendem as demandas do produtor", afirma. Desde sua fundação em 1905, tem sido uma instituição dinâmica e atual, graças a um corpo de funcionários, cuja dedicação ao compromisso público torna possível ofertar à sociedade orientações, produtos e serviços com a mais recente tecnologia. Dentre suas inúmeras ações destacam-se: A forragicultura através do melhoramento genético de plantas forrageiras e das técnicas de manejo das pastagens; O melhoramento de raças de corte através da prova de ganho de peso de Sertãozinho e do sêmen disponibilizado à sociedade; A ovinocultura pelo pioneirismo no estabelecimento de um sistema de produção eficiente e rentável; A pecuária leiteira pelo enfoque da produção de leite com qualidade e pelas ações na área de ambiência. A reprodução animal pelas biotécnicas aplicadas e ao melhoramento genético; A suinocultura pelos avanços na nutrição específica de leitões; A área laboratorial pela qualidade e confiabilidade das análises à disposição da sociedade; O Comitê de Ética pela garantia da metodologia científica que preserva a dignidade dos animais experimentais. Parcerias - A busca e a escolha de parceiros é uma constante no cotidiano institucional. Entidades oficiais, financiadoras públicas, universidades, empresas privadas e os produtores, todos têm sido fiéis aliados do IZ, em suas missões ao estudar a produção animal e promover sua competitividade. Parcerias que viabilizam a execução de pesquisas com qualidade, confiáveis, abrangentes e necessárias. O Instituto de Zootecnia gera pesquisa, tecnologia e cuida da transferência do conhecimento. Sempre procurando contribuir para o desenvolvimento do processo produtivo animal, com reflexos diretos na economia paulista e nacional. "Praticamente, junto com o município de Nova Odessa, completa 102 anos de participação efetiva, cooperação, intercâmbio e de parcerias com outras instituições públicas e privadas", reforça Paulo Bardauil. História - Foi com a contribuição, extremamente marcante e eficaz, do Doutor Carlos Botelho, que ocupava o cargo de Secretario de Agricultura, que em 15 de julho de 1905 foi criado, na Móoca em São Paulo, o Posto Zootécnico Central. Lá permaneceu até 1929 e depois se transferiu para o Parque da Água Branca (São Paulo). Pioneiro em pesquisas zootécnicas, o IZ foi oficialmente criado no dia 19 de janeiro de 1970, transformado de Departamento de Produção Animal (DPA) em Instituto de Zootecnia, órgão da Secretaria da Agricultura. Em 1970 ao ser transformado em Instituto de Zootecnia, adaptou-se às necessidades exigidas pela grande expansão que vinha alcançando a produção animal nas últimas décadas. De 1970 a 1975, a sede permaneceu no Parque da Água Branca, transferindo-se em 1975 para o município de Nova Odessa (São Paulo), atendendo aos anseios da comunidade rural. Desde 1909, o Instituto já realizava as primeiras seleções de Gado Caracu, na Fazenda de Seleção do Gado Nacional da Raça Caracu, em Nova Odessa. Hoje o IZ é reconhecido pela Prova de Ganho de Peso (PGP) realizada no Centro de Pesquisa em gado de corte, situado em Sertãozinho (SP). Há mais de meio século o Instituto tem papel fundamental no desenvolvimento da atividade, ao indicar pontos estratégicos e fornecer material genético para o melhoramento de raças zebuínas, muitas tornam-se matrizes genética dos principais rebanhos brasileiros. O IZ, órgão da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (SAA) interage por intermédio da APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), através de diversos Pólos Regionais de Desenvolvimento dos Agronegócios, que atendem as demandas de cada região do Estado. A Agência foi criada em 11 de maio de 2000, pelo Governo do Estado, como instituição estadual. A APTA produz resultados, numa visão de cadeia de produção, pela interação de seus cinco centros de excelência representados pelos Institutos Estaduais da SAA, entre eles o Instituto de Zootecnia (IZ). A Pesquisa Científica e o Município - A história do IZ caminha paralela a do município de Nova Odessa, pois teve início dois meses após a fundação da cidade, participando e contribuindo com as ações sociais e ambientais. O IZ está numa área com cerca de 8,9 km² (882 hectares), sendo que 65% da área está localizada em Nova Odessa e 35% em Americana. O Instituto ocupa hoje 6,75% do território municipal de Nova Odessa, englobando áreas de floresta nativa, várzea, manancial, reflorestamento, matadouro, paço municipal e parte do cemitério. Assim, o Instituto de Zootecnia cumpre sua função e estabelece um compromisso mais forte com seus usuários, solucionando desde questões científicas de grande alcance até os problemas do dia a dia do produtor rural. Isso se deve principalmente por estar na região de maior concentração de atividades agropecuárias e técno-científicas do Brasil. Recentemente com a implantação do Consócio Intermunicipal do Pólo Turístico de Ciência e Tecnologia, a sociedade de Nova Odessa e o IZ passam a estar ainda mais envolvidos, caminhando juntos com o desenvolvimento do circuito turístico cultural, tecnológico e científico na região. Assessora de Comunicação Institucional - IZ LISLEY SILVÉRIO - Jornalista resp. Fone: (19) 3466.9434 Fax: 3466.9413 E-mail: imprensa@iz.sp.gov.br | lisley@iz.sp.gov.br www.iz.sp.gov.br
Pin It

Notícias por Ano