cabecalho apta130219

Pesquisadora do ITAL é eleita presidente da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos

Leila Ming Bratfisch A pesquisadora do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL-APTA, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo) Jane Gonçalves Menegaldo Snow foi eleita, na manhã de hoje, presidente da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (SBCTA) para o biênio 2009/2010. A SBCTA tem por objetivo promover o avanço da pesquisa e desenvolvimento da área de alimentos no País e estimular o progresso profissional de técnicos e pesquisadores da área. A entidade, que congrega profissionais dos setores acadêmico, industrial e de pesquisa, conta com 1103 associados, sendo 845 profissionais e 258 estudantes (dados de dezembro de 2008). Jane é graduada em Engenharia de Alimentos pela Unicamp, mestre e doutora pela mesma instituição, além de especialista em oleaginosas pelo /Natural Resources Institute/, da Inglaterra. Pesquisadora científica no ITAL há 30 anos, atua no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Cereais e Chocolate (Cereal Chocotec-ITAL). O envolvimento com sociedades científicas é uma constante em sua trajetória. Na SBCTA, ocupou os cargos de diretora de relações industriais e vice-presidente, nesta ordem, nas duas últimas gestões. “Sinto-me muito confiante para assumir a presidência, pois tenho atuado nessa Sociedade há cerca de 20 anos em gestões e cargos diferentes. Sempre acompanhei de perto e aprendi muito, no que se trata de relacionamento com entidades governamentais, eventos e diferentes setores”, revela a pesquisadora. Quanto aos planos para sua gestão, afirma que vai procurar dar continuidade a trabalhos desenvolvidos pela diretoria anterior. “Sei bem em que direção estamos focando. Nossos planos são, principalmente, expandir laços internacionais. Esta parte já está bem trabalhada”, destaca. Entre os resultados obtidos nesse sentido está a realização, no Brasil, em 2012, do principal congresso internacional da área de alimentos, o /World Congress of Food Science & Technology/. E, para o futuro, a meta é ampliar a representatividade junto às instituições internacionais, principalmente o IUFoST (/International Union of Food Science & Technology/). Nacionalmente, a entidade deve concentrar seus esforços na integração e apoio para o desenvolvimento da região Nordeste na área de alimentos e iniciativas concretas já são tomadas nesse sentido. A interação com órgãos governamentais – tais como Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) – vem em um processo crescente e também deve continuar a receber atenção especial. Já com relação aos associados, ela espera uma grande participação e pretende manter um diálogo aberto. Além disso, tem como um dos projetos melhorar a colocação da revista da Sociedade, a Ciência e Tecnologia de Alimentos, no novo ranking da Capes. A chapa vencedora possui diretores de todas as regiões do Brasil, o que garante a representatividade. E, além de Jane, outros integrantes da diretoria da SBCTA e conselheiros eleitos são pesquisadores do ITAL: José Ricardo Gonçalves (Diretor Financeiro), Paulo Eduardo da Rocha Tavares (Diretor de Cursos), Valdecir Luccas (Diretor de Relações Industriais), Ana Lúcia da Silva Corrêa Lemos (Conselheira) e Regina Kitagawa Grizotto (Conselheira). A pesquisadora observa que percebe um interesse dos pesquisadores do Instituto pela Sociedade, o que atribui, em parte, à integração entre as instituições. “A história da SBCTA praticamente se confunde com a história do ITAL, já que eles têm o mesmo fundador, o Dr. André Tosello. Espero ter o apoio da diretoria do Instituto, como foi dado aos presidentes anteriores”, conclui. Assessoria de Comunicação ITAL Informações: (19) 3743.1757
Pin It

Notícias por Ano