cabecalho apta130219

Preço Do Álcool Ultrapassa Nível Combinado Com Governo

Os preços do álcool pagos a usinas ultrapassaram o nível acertado pelo setor alcooleiro com o governo há cerca de um mês, puxados principalmente pela recente elevação nos preços do açúcar, afirmaram corretores nesta segunda-feira (13-02). Houve negócios nesta segunda-feira com o álcool hidratado (vendido diretamente na bomba) cotado a R$ 1,28 por litro (com Pis/Cofins e ICMS, na usina), ou R$ 1,08 livre de impostos, segundo dois corretores de São Paulo. O limite máximo acertado pelo setor com o governo para a entressafra é de R$ 1,05 por litro (sem impostos) de álcool carburante -tanto hidratado quanto anidro (misturado à gasolina). "Já venderam a R$ 1,28 o litro na usina (com impostos). Isso rompe o acordo com o (presidente) Lula", disse um dos corretores, referindo-se ao teto de preços estabelecido por determinação do governo em 11 de janeiro. Segundo ele, há ofertas de usinas que chegam a R$ 1,30 o litro do hidratado. Conforme os corretores, o principal fator a impulsionar as cotações do álcool tem sido a valorização do açúcar no mercado internacional. Na bolsa de Nova York, o preço da commodity atingiu recentemente o maior patamar em 25 anos. Além disso, é entressafra no centro-sul, os estoques do combustível estão reduzidos e a oferta está concentrada em poucos vendedores. Segundo cálculos de um dos corretores, o retorno obtido por uma usina na venda de açúcar na bolsa de Nova York equivale a vender o álcool anidro no mercado interno a R$ 1,29 o litro (sem impostos) em maio -ainda bem acima, portanto, dos valores atualmente praticados. "A diferença (entre o açúcar em Nova York e o álcool) é muito grande. Não dá para o produtor segurar (os preços do álcool)", afirmou. O outro corretor disse que houve negócio com o anidro nesta segunda-feira a R$ 1,11 o litro (com Pis/Cofins) -- também acima do teto. "Acredito na alta em mais alguns centavos porque vai chegar o Carnaval, e a demanda normalmente se aquece nesta época", afirmou ele. Na semana passada, os preços do álcool continuaram subindo, conforme levantamento do Cepea/Esalq. A média de preços na semana para o anidro -R$ 1,046 por litro sem impostos- superou em 2,24% a registrada na semana anterior. No caso do hidratado, o aumento no preço -que na média da semana ficou em R$ 1,037 por litro, sem impostos- foi de 2,16%. Também nos postos, o álcool subiu na semana passada. Conforme levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o produto era vendido em média a R$ 1,743 o litro, ante cerca de R$ 1,735 nas três semanas anteriores.
Pin It

Notícias por Ano