cabecalho apta130219

Previsões da Conab contrariam expectativas para a safra atual

A nova estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a atual safra de café, a ser anunciada sexta-feira, deve ficar próxima do número indicado no levantamento anterior, divulgado em abril, que apontou 32,06 milhões de sacas de 60 quilos. A previsão contraria as projeções feitas por analistas de mercado, que, sem alternativa, começam a revisar a projeção para baixo - 32 milhões de sacas, ante 37 milhões aproximadamente, por alegarem que as chuvas irregulares no início do ano prejudicaram a produção. O analista de café da estatal, Jorge Damião Queiroz, disse que o novo número deve ficar próximo do anterior, porque até agora não obteve dados que mostrem que tal problema afetou os cafezais. Os analistas de mercado revisaram a estimativa pelo fato de os produtores estarem precisando de um volume maior de grãos para completar uma saca de café. Entretanto, o analista da Conab diz não ter recebido informações "drásticas?? dos técnicos que estão em campo sobre uma "drástica?? quebra da produção. A última estimativa da estatal para a atual safra, praticamente colhida, será anunciada no dia 14 de dezembro, quando será revelada também o primeiro levantamento da próxima produção, do ciclo 2008/09. Nos primeiros meses deste ano, analistas internos e estrangeiros chegaram a questionar os números da estatal por estimar um número menor que o do mercado. "A gente não sabe o motivo que levou eles a estimarem uma safra bem maior que a nossa??, disse o analista da Conab. Entretanto, ele acredita que pode ter havido um jogo interesse no mercado. "Alguns setores do café teriam interesses de beneficiar algum setor e até mesmo países, pois quem vende quer sempre comprar o produto por um preço mais baixo, para faturar em cima", avaliou.(Gazeta Mercantil/Caderno C - Pág. 7)(Viviane Monteiro) Redação Fonte: Gazeta Mercantil
Pin It

Notícias por Ano