cabecalho apta130219

×

Aviso

There is no category chosen or category doesn't contain any items

Área de trigo será maior nesta safra no Paraná

As intenções de plantio de trigo em Campo Mourão (PR) indicam que nesse ano a área deverá ser entre 7% e 10% maior do que a do ano passado. Na safra de 2006 foram semeados 95 mil hectares de trigo. Os dados são do Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab). Na safra de 2005 a área com a cultura na região foi de 116 mil hectares. Com a previsão de aumento o trigo deverá ocupar 104 mil hectares na região. De acordo com o chefe regional da Seab de Campo Mourão, Erikson Chandoha, nesse ano também houve um aumento na área de milho safrinha e o crescimento do trigo será em função da diminuição de plantio de aveia e triticale. Chandoha comenta que o tamanho da área será influenciado pela disponibilidade de sementes. “A princípio o clima deverá ser normal. Com os atuais níveis de preço o trigo é uma boa opção de inverno”, salienta. Na região de Campo Mourão, o plantio deverá iniciar no próximo mês. No Paraná, o trigo ocupará 74% da área estimada com as culturas de inverno. O segundo levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral), órgão da Secretaria de Estado da Agricultura do Paraná (Seab), aponta que serão semeados 930 mil hectares, ou seja, 5,1% superior ao cultivado em 2006. Um dos fatores que está animando o produtor são os bons preços praticados até o momento e é maior do que em abril do ano passado. O volume esperado nesta safra poderá ser 88,9% superior ao obtido na safra passada, que foi de apenas 1,24 milhão de toneladas, por ter sofrido redução de 44,1% em decorrência das adversidades climáticas. O segundo levantamento do Deral para o plantio das culturas de inverno (aveia, canola, centeio, cevada, trigo e triticale) aponta que poderão ser cultivados 1,25 milhão de hectares, demonstrando redução de 4% em relação a estimativa do mês passado (1,30 milhão de hectares), mas mesmo assim, indica aumento de 2,3% na área em relação à safra passada, que foi de 1,22 milhão de hectares. A produção, em condições normais, é estimada em 2,95 milhões de toneladas com as culturas de inverno. O volume estimado poderá ser 71,2% superior ao obtido em 2006. No ano passado a produção com estes grãos foi de 1,72 milhão de toneladas, a qual teve redução de 39,4% na produção devido as adversidades climáticas, diante do potencial produtivo que era de 2,85 milhões de toneladas. Incentivo - Sobre medidas que possam estimular o produtor de trigo do Parará, a Secretaria da Agricultura está discutindo com o ministro Reinhold Stephanes a criação de novas políticas. O Paraná é líder na produção do trigo. Em 2006, foi responsável por 63% de todo trigo brasileiro. A medida ajudaria a elevar a produção. Atualmente, o Brasil produz apenas 25% do trigo que consome. A Argentina - que produz a maior parte do trigo consumido no Brasil - sobre-taxou a exportação de grãos, o que prejudicou os moinhos paranaenses. Medidas como a do governo de São Paulo, que zerou o imposto para importação de trigo, também prejudicam os moinhos paranaenses. Antonio Márcio Fonte: Tribuna do Interior