cabecalho apta130219

Área de trigo será maior nesta safra no Paraná

As intenções de plantio de trigo em Campo Mourão (PR) indicam que nesse ano a área deverá ser entre 7% e 10% maior do que a do ano passado. Na safra de 2006 foram semeados 95 mil hectares de trigo. Os dados são do Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab). Na safra de 2005 a área com a cultura na região foi de 116 mil hectares. Com a previsão de aumento o trigo deverá ocupar 104 mil hectares na região. De acordo com o chefe regional da Seab de Campo Mourão, Erikson Chandoha, nesse ano também houve um aumento na área de milho safrinha e o crescimento do trigo será em função da diminuição de plantio de aveia e triticale. Chandoha comenta que o tamanho da área será influenciado pela disponibilidade de sementes. “A princípio o clima deverá ser normal. Com os atuais níveis de preço o trigo é uma boa opção de inverno”, salienta. Na região de Campo Mourão, o plantio deverá iniciar no próximo mês. No Paraná, o trigo ocupará 74% da área estimada com as culturas de inverno. O segundo levantamento do Departamento de Economia Rural (Deral), órgão da Secretaria de Estado da Agricultura do Paraná (Seab), aponta que serão semeados 930 mil hectares, ou seja, 5,1% superior ao cultivado em 2006. Um dos fatores que está animando o produtor são os bons preços praticados até o momento e é maior do que em abril do ano passado. O volume esperado nesta safra poderá ser 88,9% superior ao obtido na safra passada, que foi de apenas 1,24 milhão de toneladas, por ter sofrido redução de 44,1% em decorrência das adversidades climáticas. O segundo levantamento do Deral para o plantio das culturas de inverno (aveia, canola, centeio, cevada, trigo e triticale) aponta que poderão ser cultivados 1,25 milhão de hectares, demonstrando redução de 4% em relação a estimativa do mês passado (1,30 milhão de hectares), mas mesmo assim, indica aumento de 2,3% na área em relação à safra passada, que foi de 1,22 milhão de hectares. A produção, em condições normais, é estimada em 2,95 milhões de toneladas com as culturas de inverno. O volume estimado poderá ser 71,2% superior ao obtido em 2006. No ano passado a produção com estes grãos foi de 1,72 milhão de toneladas, a qual teve redução de 39,4% na produção devido as adversidades climáticas, diante do potencial produtivo que era de 2,85 milhões de toneladas. Incentivo - Sobre medidas que possam estimular o produtor de trigo do Parará, a Secretaria da Agricultura está discutindo com o ministro Reinhold Stephanes a criação de novas políticas. O Paraná é líder na produção do trigo. Em 2006, foi responsável por 63% de todo trigo brasileiro. A medida ajudaria a elevar a produção. Atualmente, o Brasil produz apenas 25% do trigo que consome. A Argentina - que produz a maior parte do trigo consumido no Brasil - sobre-taxou a exportação de grãos, o que prejudicou os moinhos paranaenses. Medidas como a do governo de São Paulo, que zerou o imposto para importação de trigo, também prejudicam os moinhos paranaenses. Antonio Márcio Fonte: Tribuna do Interior
Pin It

Notícias por Ano