cabecalho apta130219

Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo participa do “Oscar da Gastronomia Brasileira” e expõe qualidade da pesquisa agrícola paulista

O Melhores do Ano Prazeres da Mesa é considerado por muitos como a premiação mais importante da gastronomia nacional. Realizado pela Revista Prazeres da Mesa, referência brasileira em alta gastronomia, esse “Oscar” da Gastronomia brasileira premia anualmente os melhores chefes, restaurantes e preparações gastronômicas do país. A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, é parceira do evento, mostrando para a comunidade gastronômica nacional todo o potencial dos alimentos produzidos a partir de suas atividades de pesquisa. A Agência irá fornecer uma ampla gama de ingredientes produzidos a partir das atividades de pesquisa desenvolvidas em seus Institutos, como cogumelos, frutas e carnes.

A APTA, em parceria com o Centro Paula Souza, levará ao evento chefes de cozinha professores de gastronomia em ETECs, que ficarão responsáveis pelo preparo de diversos pratos servidos ao público utilizando produtos pesquisados pela Agência. Os chefes parceiros - que são também estudantes de pós-graduação do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL-APTA) - estão envolvidos com a APTA em projetos de levantamento e avaliação de produtos da cadeia paulista com potencial gastronômico. O tema escolhido para inspirar as preparações deste ano é Frutos do terroir paulista: ciência e gastronomia. “Este ano, pegamos uma temática abrangendo praticamente todos os institutos da APTA, com cogumelos, frutas, leite, hortícolas e carnes, todas linhas de pesquisa nossas”, enfatiza Daniel Gomes, pesquisador da APTA e responsável pela parceria. “Além disso, temos a mandioca, eleita pela comunidade gastronômica Embaixadora da alimentação brasileira - e a mandioca mais produtiva, nutritiva e saborosa do mundo, é a mandioca IAC 576-70, conhecida como ‘amarelinha’ e desenvolvida pelo Instituto Agronômico (IAC-APTA)”, garante.

Entre as atrações culinárias confirmadas para este ano, estão: risoto de cogumelos, pratos com palmito real, um baião-de-dois com feijão IAC e uma panacota com café catuaí. É o sabor da ciência na panela!

Gastronomia e produção de alimentos

“A gastronomia hoje está muito vinculada à produção de alimentos”, diz o pesquisadorda APTA. Segundo ele, para os grandes chefes de cozinha, tão importante quanto a qualidade do que se está comendo é saber como aquele alimento foi produzido. “O chefe de cozinha, hoje, promove um ingrediente e quer saber de quem ele compra. Virou um ator social”, afirma Gomes. “Não basta servir, por exemplo, arroz preto. É preciso falar de onde veio este arroz, no caso, do IAC”, complementa o pesquisador.

Segundo Gomes, essa tendência já extrapola o âmbito das cozinhas e chega aos consumidores e apreciadores da alta gastronomia. “Essa conversa entre o consumo e a produção está íntima entre as pessoas que consomem produtos de alta qualidade. Os consumidores querem saber de onde vem o produto e se é social e ambientalmente correto, querem que não agrida o ambiente para ser produzido”, discorre. Para ele, é nesse ponto que se revela a importância da pesquisa agrícola do Estado de São Paulo. “Não é possível desagregar o prato da produção. Dentro deste conceito, é de suma importância a participação das instituições de pesquisa e desenvolvimento dentro de eventos como este e estar perto deste público, que gera desenvolvimento e, além do consumo, gera a avaliação do produto, se ele é bom e se tem espaço no mercado”, pontua.

O evento é também uma vitrine para os produtores brasileiros tornarem conhecidos seus produtos de qualidade. “Dentro destas ações, um dos carros-chefes é a fungicultura. A presença de cogumelos no cardápio do evento é sempre frequente. Contamos com o apoio da Associação Nacional dos Produtores de Cogumelos (ANPC), para participar do evento. Essa é uma parceria muito boa, vantajosa para os produtores, pois estamos conseguindo fazer o cogumelo ser um ator importante na mesa dos brasileiros”, finaliza Gomes.

 

Por Gustavo Almeida

Assessoria de Imprensa APTA

Pin It

Notícias por Ano