cabecalho apta130219

Workshop discute avanços técnicos e econômicos na cadeia produtiva do camarão de água doce

Debates em torno de experiências científicas e avanços técnicos e econômicos em carcinicultura de água doce vão acontecer no período de 28 a 30 de outubro, em Maringá (PR), durante o 4º. Workshop do Grupo de Trabalho em Camarões de Água Doce. O grupo de trabalho (GTCAD), com atuação nacional, é formado por representantes da comunidade científica, setor produtivo, órgãos do governo e instituições de fomento. Atualmente, é gerenciado pela pesquisadora Helenice Pereira de Barros, do Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio do Pescado Continental, do Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. O GTCAD, que conta com um ou dois representantes de cada região geográfica do País e mais cerca de 100 participantes, foi criado para organizar e promover o desenvolvimento da cadeia produtiva do camarão de água doce, discutindo os principais problemas da atividade na tentativa de solucioná-los, explica Helenice Barros. Organiza e divulga os dados de produção e os resultados de pesquisas desenvolvidas na área, tendo por meta uma aplicação imediata de novas tecnologias aos pequenos e médios produtores, com base em conceitos de “Aqüicultura Sustentável”. O evento, com o apoio do MCT/CNPq/FINEP, tem o objetivo de divulgar o andamento da atividade nas diferentes regiões do país; discutir novas oportunidades e tecnologias para o desenvolvimento sustentável da carcinicultura; promover o intercâmbio técnico-científico entre pesquisadores nacionais e internacionais, extensionistas, técnicos e produtores, bem como estudantes de graduação e pós-graduação envolvidos na área; estimular novas parcerias em âmbito nacional ou internacional em benefício do setor; e divulgar novas metodologias e tecnologias. Segundo Helenice Barros, a região norte do Paraná, onde se localiza o município de Maringá – sede do 4º Workshop, constitui importante pólo de desenvolvimento da carcinicultura no país, através do sistema de policultivo com tilápia. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail info.gtcad@yahoo.com.br ou no site www.aquicultura.br/gtcad. Assessoria de Comunicação (11) 5067-0424 (José Venâncio – Gabinete APTA) (13) 3261-5474 (Antonio Carlos Simões – Instituto de Pesca)
Pin It

Notícias por Ano